Além do potinho cheio

Atualizado: 9 de Mai de 2020



Todo mundo sabe que ter um animalzinho de estimação traz inúmeros benefícios não só para a saúde como também para o convívio social. Mas é importante também lembrar que assim como nós os animais possuem necessidades básicas que vão desde cuidados médicos à uma alimentação adequada, e isso tudo faz parte de uma adoção responsável. Afinal, você sabe o que é uma adoção responsável?


Se você ama animais, cuida dos bichinhos da rua, mas não gosta de bagunça em casa, não adote! Se você gosta da companhia, mas detesta os pelos que ficam na roupa quando o bichinho sai do colo, não adote! Se os latidos e miados incomodam e você tem problema em ser acordado, não adote! Se você tem condições financeiras de manter auxílio médico, alimentação de qualidade, vacinas, banho tudo em dia, mas não fica muito tempo em casa, não adote!


“Nossa, mas eu achei que vocês incentivavam a adoção!”


Sim! Nós incentivamos a adoção, mas um bichinho precisa de muito mais do que só comida, água e um teto. Animais precisam de carinho, amor, atenção e necessitam gastar toda a energia acumulada brincando e passeando. Sabe quando você passa muito tempo em casa e pensa: “Nossa, que tédio!” Pois é! Os animais também se sentem entediados quando ficam por longos períodos no mesmo ambiente sem distrações. Esse tipo de hábito causa irritação e estresse nos peludos, e pode até ocasionar problemas de saúde.


Os gatos, por exemplo, se adequam perfeitamente em ambientes verticais, apartamentos, etc. Para enriquecer esse ambiente é muito válido investir em prateleiras e escadinhas para que eles possam subir, descer, pular, alguns brinquedos em diferentes materiais e texturas para desenvolver mais as habilidades sensoriais e lógico, entrar na brincadeira junto com eles!


Já os cachorros precisam de ambientes horizontais, quintal, pátio, para poder se movimentar mais. Cães, em geral, gostam de brincadeiras mais dinâmicas, corridas, passeios ao ar livre e muito, muuuito pega-pega, o que vai exigir de você bastante energia também! Se você tiver piscina em casa e seu cãozinho gostar de nadar, aposte em brincadeiras na água com ele, ofereça petiscos para estimular nele o prazer em fazer exercícios e mantenha regularidade nas atividades, cães entediados também costumam apresentar sintomas de depressão e tristeza.


Adoção responsável é dar qualidade de vida a um animal, onde sejam respeitadas suas condições físicas e psicológicas. Adotar por impulso, por vontade do seu filho, para dar de presente a alguém (Animais não são presente!!!), para ter um vigia na casa, um caçador ou somente para dizer que adotou, não é saudável nem para você e muito menos para o pet. Aqui vão alguns requisitos de uma adoção responsável:


1. Garantir o bem-estar do animal, respeitando suas características e zelando pelas suas necessidades, bem como garantir a segurança do animal, mantendo-o em um ambiente limpo e arejado.


2. Garantir que o animal filhote adotado, ao completar 6 meses de vida, seja castrado, evitando reprodução desenfreada e doenças, como câncer.


3. Não deixar ter acesso a rua desacompanhado, colocar coleira, guia e placa de identificação com nome e telefone, caso haja uma fuga indesejada. Animal que tem acesso a rua (as famosas voltinhas) estão propensos a morrerem atropelados, envenenados, espancados, violentados ou adquirir doenças.


4. Proporcionar alimentação de qualidade, nada de ração colorida ou qualquer uma só porque é a mais barata. Varie o cardápio do seu pet com sachês, petiscos e etc.


5. Proporcione acesso ao veterinário quando o animal estiver doente e também check-ups de rotina.


Antes de adotar consulte todos os membros de sua casa para garantir que todos estejam de acordo com a chegada de um novo morador, isso evita que o animal seja devolvido e passe pelo transtorno de ser rejeitado ou maltratado por alguém da sua família. Bichos fazem bagunça, correm, destroem coisas, fazem sujeira e isso é normal! Adotar é coisa séria, seja responsável! Zelamos e acompanhamos todas as adoções que fazemos porque quando tiramos um animal da rua e cuidamos até o momento da adoção, no mínimo esperamos que ele vá para um lar que cuide tão bem quanto nós cuidamos ou até melhor!


E aí, você está pronto para ter um bichinho em sua vida?


19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo